quarta-feira, 10 de outubro de 2012

O Mistério do Cinco Estrelas

Autor: Marcus Rey
Ano: 1981
Editora: Global
Número de Páginas: 125
Sinopse: Um homem é assassinado no apartamento 222 do Emperor Park Hotel. O único que viu o corpo foi Léo, o mensageiro. Mas ninguém acredita em suas histórias, a não ser seus amigos Gino, Ângela e Guima. Léo é apenas um garoto e seus inimigos são ricos e poderosos. sem ter provas nenhuma contra elas, acaba perdendo o emprego e sendo procurado pela polícia, achando que tem problema de cabeça. Quem conseguirá desvendar o mistério do cinco estrelas?

          Parte da inesquecível Coleção Vaga-Lume, teve 5 milhões de unidades vendidas, e se tornou um clássico da literatura infanto-juvenil brasileira. 
A trama tecida por Marcos Rey em “O mistério do Cinco Estrelas” merece elogios por apresentar características bem peculiares que distinguem a obra das demais do seu gênero literário. O livro basicamente gira em torno das sucessivas tentativas de Léo em  provar sua inocência e arranjar indícios que possam levar ao verdadeiro culpado. Por que? Simples. Ao contrario do que muitos pensam, não tem mistério. Como a história é meio óbvia [estou usando eufemismo :D] você, caro leitor, já saca de primeira quem é o assassino, mas só você, o protagonista e os amiguinhos dele...os outros personagens não. Até porque o Léo é um pre-adolescente, e todo mundo sabe não se dá muito crédito a pessoas nessa fase [o jovem no Brasil nunca é levado a sério rs]. Ai você adiciona na balança o fato de ele ser pobre e os seus inimigos serem ricos. É pra acabar. 
        Tem momentos que chega a ser frustante, ver o esforço do Léo em mostrar a verdade, pois vilão está acima de qualquer suspeita e parece ser invencível, além disso, o cara é cheio dos contatos, vive fazendo os planos do Léo irem por água a baixo. Se não fosse pela ajuda de dois amigos, Gino, um enxadrista com pensamentos lógico-dedutivo aprimorados e Ângela, por quem nutre uma paixão platônica [mais pelo Gino, o rapaz é um ótimo jogador e bola umas estratégias interessantes. O legal é que ele é um portador de necessidades especiais, mas em nenhum momento isso é um problema para ele. Já a Angela, bem, o protagonista tem que gostar de alguém né? A função dela ta mais pra ajudar o lado emocional dele]
       O bom do livro é que ele consegue ser envolvente, talvez por causa de sua aproximação parcial com a realidade [e principalmente porque ele é curto, em uma hora terminei a leitura]. Algumas páginas são ilustradas, é bom pra quem lê e imagina. A linguagem é bem simples. Pra quem gosta de desvendar mistérios, eu não recomendo. Há poucas reviravoltas e tudo é muito previsível.
         
O Mistério do Cinco Estrelas vai virar filme. A RT Features comprou os direitos sobre a obra para uma adaptação cinematográfica. O roteirista será o paulista André Sirangelo, que já trabalhou com a produtora no roteiro Memory Wall, filme baseado no conto de Anthony Doerr.
Fonte: Omelete
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

3 comentários:

  1. Oi!
    Parabéns pela resenha, você escreve muito bem!

    Já estou seguindo o blog! Sucesso nessa mais nova etapa!

    Beijos :*
    Natalia | http://www.musicaselivros.blogspot.com.br/
    Segue o meu?

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia a obra. Bom saber que existem escritores brasileiros que ainda conseguem se destacar no cenário nacional. Infelizmente Poucos valorizam a nossa literatura.

    ResponderExcluir
  3. rsrsrs... acho que esse livro iria corroer a minha gastrite nervosa.. pense, pior que Avenida Brasil... mas ninguém consegue largar!rsrsrs

    Adorei a resenha e a oportunidade de vê a resenha, pq tanto ele como o autor me eram desconhecidos.

    bjokas e até a próxima

    Roberta Sheyler
    http://sonhosliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Marcadores

Seguidores

Siga por e-mail

Popular Posts

Random Posts

Flickr

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Popular Posts